Lá se pensam, cá se fazem.

Aprender em Português

A nossa ideia consiste em criar uma plataforma online de partilha de conhecimento com conteúdos exclusivamente em português, que permita conectar todos os que têm algo para ensinar/partilhar com aqueles que querem aprender. “Aprender em Português” pretende aproximar a comunidade de pessoas que falam português, independentemente do local do mundo onde se encontram. Isto é, através da nossa aplicação, qualquer pessoa (individual ou coletiva) que queira construir um curso a distância poderá fazê-lo, com o nosso apoio, sem estar necessariamente dependente de uma instituição de formação. Será o próprio proponente do curso que escolherá, dentro de um leque de opções, a forma de organizar a formação (Ex. cursos síncronos ou assíncronos, que cada pessoa faz ao seu próprio ritmo ou com calendarizações pré- definidas, cursos que permitem receber feedback personalizado dos formadores ou em que a avaliação é feita de forma automática ou interpares, formação colaborativa, cooperativa, etc.). O pilar de suporte financeiro do projeto “Aprender em Português” será assim o marketplace de formação, através de uma percentagem das receitas das vendas dos cursos. Para além de formação custeada pelos participantes, teremos também cursos gratuitos. Estamos a contactar com entidades que possam apoiar este tipo de cursos de forma a assegurar a oferta de formação gratuita. Sendo um projeto de empreendedorismo social, é nossa preocupação aliar a componente de sustentabilidade financeira com a vertente social do projeto. Nesse sentido, lançaremos desafios com o intuito de incentivar a criação de cursos criativos. Um desses desafios será uma campanha de preservação de “saberes em vias de extinção” em que pretendemos, através de uma aproximação intergeracional, não deixar morrer saberes e saberes-fazer. Todos ouvimos falar de espécies ameaçadas e em vias de extinção e de projetos que se desenvolvem para o evitar. Mas também os saberes sofrem todos os dias rudes golpes sempre que uma pessoa morre sem assegurar a transmissão do seu legado cultural. No nosso projeto pretendemos conectar jovens/adultos, com conhecimentos sobre captura e edição de vídeo, com idosos/adultos experientes que querem transmitir algo mas não dominam as tecnologias para o fazer. Assim, lançamos o desafio aos jovens para procurarem esses saberes em vias de extinção e os partilharem connosco em “Aprender em Português”.

Vasco Conde

Visionário
Delft, Holanda

João Carlos Conde

Comunicador
Lisboa, Portugal

Maria Conde

Facilitador
Lisboa, Portugal

Comentários